Palavra dos Deuses

céu
 
“Através da ligação com os grandes e pequenos enteais os povos antigos tinham um conhecimento sobre os fenômenos da natureza, para os quais ainda hoje não há explicação. Sabiam mais sobre o funcionamento do ‘mecanismo do relógio celeste’ do que qualquer astrônomo da atualidade com todos os seus inúmeros meios auxiliares. Os próprios astrônomos de hoje verificaram que diversos povos antigos possuíam um saber mais amplo sobre o curso dos astros, eclipses do Sol, da Lua, etc.”

Roselis von Sass, O Livro do Juízo Final
Leia Mais

Crianças incas

Imagem de frutos vistosos e rosados, bordeado por folhas verdes vistosas!

“Era uma característica das crianças incas, ao ver uma árvore carregada, nunca se lançar sobre as frutas. Antes de tirar as frutas, elas dançavam de mãos dadas em redor da árvore, abraçando-a e chamando pelas ‘tschilis’*. Logo depois algumas crianças começavam a cantar… Era a canção das tschilis das frutas, a quem amavam especialmente.”
 
Roselis von Sass, A Verdade sobre os Incas
Leia Mais

Dons perdidos

mata 
“O motivo de o ser humano terreno não mais poder ver os entes da natureza, de espécie diferente, é muito simples. Devido à sua tendência, persistente há milênios, de se apegar exclusivamente às coisas materiais, seus órgãos de percepção embruteceram-se tanto, e sua capacidade de compreensão estreitou-se de tal forma, que ele não é mais capaz de assimilar vibrações mais finas. Por essa razão, ele se encontra alheio, de modo incrédulo e zombador, diante de tudo o que vai além de sua estreitada capacidade de compreensão.”

Roselis von Sass, A Grande Pirâmide Revela seu Segredo

Leia Mais

Montanhas

Imagem de lago, pinheiros e paredão de montanhas ao fundo


“‘Sozinho nada surge’, disse nosso sábio acompanhante enteal. ‘Por toda a parte, os povos da natureza são os construtores e modeladores na Criação. Com as montanhas não é diferente!’"

Roselis von Sass, O Nascimento da Terra

Leia Mais

Dádiva

Pássaro marrom claro em relva e fundo verde claro


“Todo o brilho do ser humano tem sua origem em seu espírito puro. Todos os entes da natureza, também os animais e plantas, são atraídos por esse brilho, sentindo seu efeito benéfico… Em compensação eles nos oferecem uma dádiva preciosa. É a alegria!”

Roselis von Sass, Atlântida. Princípio e Fim da Grande Tragédia

Leia Mais

Estado da Terra

Rosto de menina  de olhos azuis penetrantes, camuflado sobre galhos ao inicio de noite, com expressão de profunda tristeza e uma lágrima á rolar.

‘O que aconteceria se os entes da natureza, que desde o nascimento da Terra criaram uma tão maravilhosa natureza, vissem a sua obra agora? Quero dizer, o que intuiriam essas incansáveis criaturas, pequenas e grandes, se pudessem ver a Terra agora?’”

Roselis von Sass, O Nascimento da Terra
Leia Mais

Fogos de solstício

Imagem de fogueira com montanha e sol poente ao fundo

“(…) os festejos juninos, em que eram acesos os ‘fogos pagãos’ em homenagem ao Sol, foram associados com o aniversário de João Batista, festejado pelos cristãos no dia vinte e quatro de junho. E os seres humanos que com o decorrer do tempo se converteram ao cristianismo, denominaram apenas de ‘fogos juninos’ as fogueiras em reverência ao Sol, que antes eram acesas para agradecer a Apolo, e que eram chamadas de ‘fogos de solstício’.”

Roselis von Sass, O Livro do Juízo Final
Leia Mais

Descoberta

Imagem de cogumelos avermelhados crescendo no chão


— Um rauli! Vê, ele indica os cogumelos! Não foi à toa que viemos até esse fechado vale de rocha! exclamou alegre um outro inca, enquanto apontava para uma cabeça coroada de flores que os fitava do meio de um arbusto."

 Roselis von Sass, A Verdade sobre os Incas

Leia Mais