Silêncio

agosto 17, 2021

Foto. Destaque de botão de pequena flor cor de rosa choque, brotando em relva verdejante.

"Os tupanos e seus descendentes amavam, acima de tudo, o silêncio. Palavras altas ou gritaria jamais eram ouvidas. O ficar calado era-lhes, por assim dizer, inato. Sons humanos desarmoniosos eram considerados entre eles como uma ofensa para os seres da natureza, em cujo mundo lhes era permitido viver.

A primeira coisa por eles ensinada aos filhos era o respeito e consideração perante tudo o que se referisse à natureza…

As criaturas humanas daquele tempo possuíam um dom especial. Podiam expressar através do canto tudo o que se passava em suas almas. Contudo, mesmo as canções, designadas por eles de 'língua cantada’, nunca eram muito altas."

Roselis von Sass, Revelações Inéditas da História do Brasil


Leia Também

Girar junto

novembro 26, 2022

Ilustração de moça em cima de cavalo


Quero me ajustar aos ventos que botam folhas, cabelos e crinas a voar pelo espaço – sem dor, sem resistência, feito música. 

Leia Mais
Novos reconhecimentos

novembro 22, 2022

praia e céu com nuvens, raio de sol rompendo nuvens no horizonte

 "— Agradecemos ao nosso senhor e rei pela nova pátria já pronta para nos receber. A modificação fará bem a nós todos, pois entrará novamente mais movimento em nossa vida, mais trabalho, e certamente estarão ligados a isso também novos reconhecimentos espirituais!"

Roselis von Sass, Atlântida. Princípio e fim da grande tragédia

Leia Mais
Várias encarnações

novembro 19, 2022

Estrada de ferro rodeada de lindas árvores formando um túnel

"Todas as criaturas humanas chegam à Terra várias vezes, para se desenvolver em direção ao alto. O guia deu a Zoroaster, como a um escolar, o problema de pensar, primeiramente, sobre o porquê de o ser humano estar na Terra."

Zoroaster, Coleção O Mundo do Graal
Leia Mais