Silêncio

agosto 17, 2021

Foto. Destaque de botão de pequena flor cor de rosa choque, brotando em relva verdejante.

"Os tupanos e seus descendentes amavam, acima de tudo, o silêncio. Palavras altas ou gritaria jamais eram ouvidas. O ficar calado era-lhes, por assim dizer, inato. Sons humanos desarmoniosos eram considerados entre eles como uma ofensa para os seres da natureza, em cujo mundo lhes era permitido viver.

A primeira coisa por eles ensinada aos filhos era o respeito e consideração perante tudo o que se referisse à natureza…

As criaturas humanas daquele tempo possuíam um dom especial. Podiam expressar através do canto tudo o que se passava em suas almas. Contudo, mesmo as canções, designadas por eles de 'língua cantada’, nunca eram muito altas."

Roselis von Sass, Revelações Inéditas da História do Brasil


Leia Também

Capacidade de Compreensão do cérebro

junho 28, 2022

Imagem de espaço sideral


Quão restrita e limitada é, contudo, a capacidade de compreensão do cérebro, que tem de continuar ligado firmemente ao espaço e ao tempo. Já a eternidade e o sentido do infinito não consegue um cérebro humano abranger.

Abdruschin, Na Luz da Verdade - Mensagem do Graal

Leia Mais
Fogos juninos

junho 25, 2022

Imagem de fogueira


“(…) os festejos juninos, em que eram acesos os ‘fogos pagãos’ em homenagem ao Sol, foram associados com o aniversário de João Batista, festejado pelos cristãos no dia vinte e quatro de junho. E os seres humanos que com o decorrer do tempo se converteram ao cristianismo, denominaram apenas de ‘fogos juninos’ as fogueiras em reverência ao Sol, que antes eram acesas para agradecer a Apolo, e que eram chamadas de ‘fogos de solstício’.” 

Roselis von Sass, O Livro do Juízo Final 

Leia Mais
Cooparticipação

junho 21, 2022

Postal com frase da obra Na Luz da Verdade, Mensagem do Graal de Abdruschin


Abdruschin, Na Luz da Verdade – Mensagem do Graal

Leia Mais