Caminhos diversos

abril 15, 2021

Foto de trecho, aberto, de floresta com intersecção de caminhos cruzados em formato de ípsilon em destinos indefinitos.

“Há longos tempos passados, Sarabeth e Amisaduk estiveram unidos em verdadeiro amor. Desde então, ambos já estiveram várias vezes na Terra. Essas vidas terrenas foram benéficas para Sarabeth, pois ela havia se desenvolvido em sentido certo. Por esse motivo, ela nunca perdera a ligação com as forças luminosas. Para Amisaduk, porém, as duas últimas vidas terrenas tornaram-se fatais. Ele deixou-se desencaminhar para trilhas erradas, das quais não mais encontrou a volta. Isso separou esses dois seres humanos. E permaneceram também separados… Quando ela o reencontrou agora, sentiu, sim, intuitivamente, uma espécie de afeição. E tal como outros, ela admirava as extraordinárias capacidades dele, as quais lhe outorgavam poder sobre outras pessoas… Assim teria ficado. Amisaduk, no entanto, queria mais. Quando a viu pela primeira vez, surgiu nele uma paixão jamais conhecida. Ao mesmo tempo, ele sentiu que não era a primeira vez que se encontravam na Terra. Uma vez, ela já lhe havia pertencido. E novamente deveria ser dele. Ele possuía o poder para obrigá-la… no entanto desejava que ela o procurasse voluntariamente. Até agora havia desprezado todas as mulheres… unicamente ela, Sarabeth, a rainha de Sabá, era digna dele… Uma vez que ela não vinha voluntariamente, ele abusava de seu poder, impondo-lhe sua vontade. Isso não era difícil, visto que ela, devido à sua extraordinária sensibilidade, abria-se imediatamente a todas as influências de fora… Sei que ela nunca o teria procurado voluntariamente… Ela ia até ele, quando ele concentrava suas forças sobre ela, chamando-a…

Enquanto Bildad ainda falava, Balak teve uma noção da multiplicidade das ligações humanas, que prosseguiam atuando ainda após milênios e que encerravam ainda tanta força, que podiam desencadear abalos anímicos.

— Apenas não compreendo por que eles já não se haviam encontrado antes. Seus caminhos não eram os mesmos. No entanto… disse ele pensativamente.

— Não podiam encontrar-se, visto seus caminhos não conduzirem para o mesmo alvo. Desenvolveram-se em direções tão diferentes, que uma ligação entre eles quase não mais existia… Amisaduk, em sua vaidade, pensava ter o poder de reatar a ligação de outrora entre ele e Sarabeth… a intenção dele não se realizou…”

Roselis von Sass, Sabá, o País das Mil Fragrâncias


Leia Também

A Voz de Dentro

janeiro 13, 2024

Foto de lampião, em meio sobre o chão, ao iniciar da noite, sob nuvens densas e cinzentas.

— A vida da maioria dos seres humanos na Terra é hoje sombria e sem brilho. Estão constantemente fugindo de si próprios, abafando qualquer manifestação espiritual que neles brote…”

Roselis von Sass, Sabá o País da Mil Fragrâncias 
Leia Mais
Brincar e crescer

outubro 14, 2023

Foto de mão feminina jovem pegando pedras em rio


Uma ociosidade prolongada apenas cansa. Sem trabalho, a vida parece parar. Extingue-se como a brasa sob as cinzas. Depois dessas palavras, Bildad explicou às crianças, com palavras simples, que a natureza se encontra em constante atividade."


Roselis von Sass, Sabá, O País das Mil Fragrâncias

Leia Mais
Verdade que Ilumina

fevereiro 04, 2023

Foto de cachoeira com duas cortinas de água, dois degraus de queda em meio a margens de pedra e contorno natureza verdejante.

“A verdade é a água da vida! A verdade é iluminação, luz, força!… A mentira é a origem de todo o mal no Universo!…”

Roselis von Sass, Sabá O País das Mil Fragrâncias
Leia Mais