Vontade do espírito

junho 13, 2019

 

“Imaginai, pois, o oleiro sentado diante do torno e da argila, que em sua flexibilidade se deixa plasmar em todas as formas. O torno, porém, não é movido pelo próprio oleiro, e sim por uma correia de transmissão que, por sua vez, a força duma máquina não deixa parar.

Mediante a pressão do dedo conforma-se então a argila em contínua rotação, rotação que a pedra executa tendo a argila em cima. De acordo, porém, com a pressão do dedo, assim se vai plasmando a forma, que pode sair bonita, feia, horrível.

De idêntica maneira age também o espírito do ser humano neste mundo, da Criação posterior. Ele exerce a direção segundo a sua vontade, isto é, a pressão, como espírito sobre parte do enteal, que forma a matéria fina e também a grosseira. O enteal é para o espírito o dedo que exerce a pressão, conforme sua vontade. A argila é a matéria fina e a matéria grosseira, todavia o movimento, que se dá independentemente do espírito humano, são os movimentos automáticos das leis primordiais da Criação, semelhantes a correntes, que impelem ininterruptamente para o desenvolvimento tudo o que o ser humano forma com a sua vontade.

Assim, a vontade do espírito humano é responsável por muita coisa que se desenvolve na Criação posterior, pois ele exerce como espírito a pressão que determina a espécie da forma. Nada pode ele querer sem simultaneamente formar! Seja lá o que for! Por isso nunca pode se subtrair também à responsabilidade por tudo quanto tem formado. O seu querer, o seu pensar e o seu agir! Tudo toma forma na engrenagem deste mundo. Que o ser humano não o soubesse ou mesmo não quisesse saber, fica por sua conta, é sua culpa. Sua ignorância não altera o efeito.”

Abdruschin, Na Luz da Verdade – Mensagem do Graal

Faça o download gratuito da obra



Leia Também

Injustiça

julho 31, 2021

Foto de botão semi aberto de rosa, cor de rosa, jogado sobre espelho d'agua em asfalto.

"Acautelai-vos de pronunciar palavras que encerrem injustiça! Com isso perdereis muito mais do que o outro a quem quereis atingir! Nunca vos esqueçais de que palavras más e injustas provocam feridas que deixam cicatrizes! E que são capazes de destruir confiança e amizades!"

Roselis von Sass, Sabá O País das Mil Fragrâncias
Leia Mais
Novo dia

julho 27, 2021

Borboleta laranja delicadamente pousada sobre folhagem verde.

Roselis Von Sass, A Desconhecida Babilônia
Leia Mais
Humildade e Modéstia

julho 24, 2021

Foto de concha de circular em em destaque em leito de musgo verde e fresco, rodeada de flores lilases de diversos tamanhos.

“Humildade e modéstia
essas duas virtudes viviam nos corações de todos os seres humanos. Eram filhos do Sol que viviam na Terra sob o resplendor da pureza.

Roselis von Sass, Os Primeiros Seres Humanos
Leia Mais