No país de Tupan-an, Brasil!

setembro 06, 2023

Dupla de araras azuis pousadas em galho e vegetação verde escura ao fundo

“Naquele tempo viviam no Brasil seres humanos estreitamente ligados aos entes da natureza e cujos espíritos puros tinham con­dições de receber vibrações mais elevadas da Luz…

Esse povo, em épocas remotas, teve de percorrer um longo caminho até chegar ao país de seu destino: o país que hoje conhecemos como Brasil. Eram mais ou menos seiscentas pessoas que se separaram de uma tribo principal, numa região dos Andes. Fizeram isso por ordem de um ‘amauta’, um dos espíritos que, de regiões situadas fora do mundo terreno, determinavam, naquele longínquo tempo, os caminhos dos seres humanos. O chefe do grupo chamava-se Manco Capac. Ele guiou os seus através de altas elevações e profundos despenhadeiros, pois muitas vezes tinham de contornar vulcões fumegantes, bem como atravessar florestas pantanosas… Contudo, os peregrinadores eram bem-humorados, alegrando-se infantilmente com todo o novo que vivenciavam. Chegaram ao seu destino, domiciliando-se em meio a uma maravilhosa paisagem que se tornaria a sua pátria… No país de Tupan-an, Brasil!”

Roselis von Sass, Revelações Inéditas da História do Brasil


Leia Também

Os guardiões

julho 13, 2024


"
Sempre um de nós acompanha agora as crianças que hoje já estão com mais de dez anos’, explicou Gauê, 'e que, para a sua idade, já enfrentam a vida de modo muito independente. Permanecemos, logicamente, sempre invisíveis. Contudo, as crianças sabem, geralmente quando percorrem longas distâncias, que nós nos encontramos nas proximidades. Todas elas têm pequenas cornetas, com as quais podem nos chamar ao necessitarem de alguma informação.'"

Roselis von Sass, O Nascimento da Terra
Leia Mais
O Amor é um presente

julho 09, 2024

Leia Mais
Degraus

julho 06, 2024


“...as pirâmides das Américas do Sul e Central não possuíam pontas, mas sim grandes plataformas onde eram erigidos templos. Cada degrau representava uma fase do desenvolvimento na vida humana que tinha de ser vivenciada plena e integralmente. A subida, muitas vezes, era penosa. Contudo, sem esforços, jamais se poderia alcançar um elevado alvo espiritual.

Roselis von Sass, A Verdade sobre os Incas
Leia Mais