Lapidação

outubro 29, 2020

flores no campo 


“Um pequeno grupo deles, chegados intimamente entre si, de modo especial, havia saído para as montanhas a fim de ali, então, falar de Jesus. Queriam guardar de suas palavras o que lhes ficara gravado na memória.

Dois a dois caminhavam: João e Jakobus, Pedro e André, Felipe e Tomé, Mateus e Natanael, Barnabé, que antigamente estivera junto de João Batista, o grego Demétrio e o escriba Nicodemos. No caminho encontraram Lázaro e convidaram-no a acompanhá-los.

Num lugar ensolarado fizeram uma pausa para descanso, sentindo dolorosamente a falta de seu Senhor. Durante algum tempo todos permaneceram calados. Depois Pedro tomou a palavra:

— Não está certo nos reunirmos em grupos, a gosto de cada um. No tempo de Jesus nunca foi assim, e agora também não deveria ser.

Sentiram que ele estava com a razão, mas não queriam admitir. Pois assim teria que acabar essa condição de se reunirem só os de índole igual. Em Natanael, porém, manifestava-se o anseio pela Verdade, que caracterizava todo o seu ser.

— Pedro tem razão, ó irmãos. É verdade que Jesus reuniu em volta de si doze de nós, como o círculo mais chegado, e isso ele fez por sabedoria divina. Nós, porém, estamos dissolvendo esse estreito círculo dos doze, e, misturando-nos, formamos novos círculos com aqueles que sentimos maior afinidade. Isso não deveríamos fazer.

— Por que não? quis Mateus saber. Quando estamos juntos com os que nos compreendem, podemos realizar algo melhor.

Aí, João tomou a palavra. Tornara-se muito calado desde a morte de Jesus e apenas falava quando tinha a dizer algo de importante.

— Por que Lebeu não está entre nós? perguntou serenamente.

Os outros olhavam para ele com certo ar divertido.

— Lebeu? Ele não nos compreenderia e além do mais falaria, intrometendo-se. Estou contente por ele não ter querido vir junto, fez-se ouvir Jakobus, irmão de João.

— E por que está faltando Simão Zelotes? indagou João novamente.

— Esse fanático! Os pensamentos dele circulam sempre em torno do mesmo ponto e, não obstante, devido à espécie de tais pessoas, quer sempre impor sua própria vontade! exclamou Mateus indignado.

— Mas eu acho, disse João, que nosso Senhor tinha uma intenção especial em ligar-nos estreitamente, mesmo assim, diferentes como somos. Cada um de nós deveria ser lapidado ou lapidar o outro. Juntos devemos formar um todo, refletindo todas as espécies da humanidade.

— E agora achas que nós, onze, deveríamos continuar juntos para que nenhum faça algo sem os outros? perguntou quase timidamente Tomé.

— Eu penso, disse João refletindo, que deveríamos nos esforçar em nos unir cada vez mais estreitamente; com isso superaríamos, também no futuro, todos os impedimentos existentes nas diferentes espécies do nosso ser.

— Assim também pensei, interrompeu Pedro, mas a respeito de tuas palavras, João, veio-me uma nova ideia: vivendo juntos e falando apenas sempre entre nós, como tornaríamos acessíveis a outrem as palavras de Jesus?

— Oh! Pedro, disse João sorrindo, novamente estás com o sim ou o não! Naturalmente seria errado se quiséssemos viver exclusivamente no nosso círculo. Devemos tomar contato com outros. Jesus nos mandou para o mundo expressamente! Pensai nisso! Aí devemos ir individualmente ou dois a dois. Mas quando, como hoje, nos reunimos, querendo nos aprofundar nos ensinamentos dele, devemos cuidar para que o nosso número esteja completo. Quantos mais, além desses, vierem a estar presentes, dar-se-á por si só, acrescentou, olhando para os não discípulos.”

Os Apóstolos de Jesus, Coleção O Mundo do Graal

Conheça este livro aqui



Leia Também

Palavra dos Deuses

novembro 24, 2020

céu
 
“Através da ligação com os grandes e pequenos enteais os povos antigos tinham um conhecimento sobre os fenômenos da natureza, para os quais ainda hoje não há explicação. Sabiam mais sobre o funcionamento do ‘mecanismo do relógio celeste’ do que qualquer astrônomo da atualidade com todos os seus inúmeros meios auxiliares. Os próprios astrônomos de hoje verificaram que diversos povos antigos possuíam um saber mais amplo sobre o curso dos astros, eclipses do Sol, da Lua, etc.”

Roselis von Sass, O Livro do Juízo Final
Leia Mais
Saber da Criação

novembro 21, 2020

Lampião vermelho iluminado apoiado em tronco durante a noite


“Todo ser humano necessita hoje, muito mais do que em outras épocas, do saber da Criação. Necessita conhecer os efeitos das leis que atuam governando e guiando todos os mundos e todas as criaturas, para que não tenha de enfrentar, confuso e sem compreensão, os acontecimentos atuais na Terra.”

Roselis von Sass, Fios do Destino Determinam a Vida Humana

Leia Mais
Condução

novembro 19, 2020

Foto de caminho pavimentado de madeira entre a mata


“Os incas não conheciam o amor paterno que tudo tolera, que hoje se alastra por toda a parte e tem um efeito tão nocivo sobre as crianças. Também não havia crianças que se comportassem de modo exigente perante seus pais.”

Roselis von Sass, A Verdade sobre os Incas

Leia Mais