Festa da Primavera

abril 07, 2012


A mitologia germânica conta que, originalmente, a Páscoa era uma grande festa da primavera, marcada pela chegada do sol depois de um longo inverno. Os germanos dedicavam suas festividades à deusa da primavera, Óstara, aquela capaz de fazer as sementes tornarem-se férteis. Na Idade Média, a festa cristã se sobrepôs à festa que os germanos dedicavam à Óstara.


"Assim que era anunciada a chegada de Óstara, iniciava-se uma intensa atividade entre os seres humanos. Casas, quintais e estábulos eram limpos, e tudo o que era inútil e velho era queimado... As mulheres preparavam ninhos nas hortas e nos campos, colocando neles ovos pintados de vermelho. Com isso esperavam ardentemente que a deusa os visse e os abençoasse...", conta Roselis von Sass em O Livro do Juízo Final 

Os ovos pintados de vermelho eram símbolo de fertilidade e de nova vida em crescimento. Ainda hoje, na Alemanha, ovos de galinha coloridos fazem parte do café da manhã de Páscoa.






Leia Também

Profecia em pedra

junho 02, 2020

Foto da grande Esfinge do Egito com fundo de céu estrelado e vista do contorno da borda da via láctea.

“O astrônomo Horam, que até então estivera calado ao lado de Sargon, começou a falar.

— A pirâmide será uma profecia em pedra. Nela serão marcados o início e o fim do Juízo, bem como as datas de todos os acontecimentos importantes prestes a acontecer através do destino dos seres humanos."

Roselis von Sass, A Grande Pirâmide Revela seu Segredo
Leia Mais
Reconhecimento

maio 30, 2020

vista de horizonte ao fim de tarde, com céu rajado de cores, em espelhamento em lago raso ressaltando a vegetação aquática.

“Quer digas: Submeto-me voluntariamente às leis vigentes da natureza, porque elas são em meu benefício, ou quer digas: Submeto-me à vontade de Deus, que se revela nas leis da natureza ou na força inconcebível que impulsiona as leis da natureza... ocorre alguma diferença na atuação delas? A força aí está e tu a reconheces,
tensde reconhecê-la, sim, já que não te resta alternativa, tão logo reflitas um pouco... e com isso reconheces teu Deus, o Criador!”

Abdruschin, Na Luz da Verdade, Mensagem do Graal
Leia Mais
Subir cada vez mais

maio 28, 2020

“Pertenceis a esta Criação como uma parte dela, deveis, por conseguinte, vibrar com ela, atuar nela, amadurecer aprendendo dela, e assim, colhendo reconhecimentos, subir cada vez mais, dum degrau para outro, seguindo na irradiação, a fim de enobrecer tudo aquilo que entre em contato convosco no vosso caminho.” 
Abdruschin, Na Luz da Verdade – Mensagem do Graal
Leia Mais