Clima de Natal

dezembro 25, 2021

Imagem de ramos de folhagens com luminosidade dourada


O mês de dezembro sempre se revestiu de um encanto especial, desde minha infância, mas hoje os sentimentos parecem tão nostálgicos, tão diferentes... Um amigo me disse que essa é a época da melancolia na cidade, que é preciso tomar cuidado com os ânimos depressivos. Interessante como coexistem movimentos aparentemente tão ambíguos: a agitação das festas de fim de ano, a correria dos preparativos e finalizações, a expectativa de férias, diversão, comidas, bebidas e encontros, e por outro lado uma teimosa sensação de isolamento, de ausência de sentido, de vazio.

Vez por outra tenho percebido essa conotação melancólica nas pessoas e em mim mesma. Parece haver uma dificuldade geral de se encantar com a vida, de sentir espontânea alegria – como era natural na infância. E o Natal parece trazer essa constatação com maior intensidade.

Continue lendo no livrete “Reflexões sobre o Natal” abaixo:

Visualizar em celular e similares (mobile)

Visualizar no computador (desktop)



Leia Também

Águas mansas e corredeiras

janeiro 22, 2022

Ilustração de pequeno barco com pessoa remando dentro

Quando pequenos, nós humanos perguntamos incessantemente pelos tantos porquês, passamos por fases em que aprendemos muito em pouco tempo, desenvolvemos novas percepções e visão de mundo. Mais tarde, os questionamentos se deslocam para outros objetos ou lugares, mas continuam sendo potentes gatilhos para o movimento – sempre que permitimos.
Leia Mais
Boa Vontade

janeiro 18, 2022

Lindo por do sol na praia

“Com a persistente boa vontade  
tem de sobrevir o remate de todas as expiações, já que aquele que quer o bem e age nesse sentido não concede novo alimento para novas exigências de expiações.”

Abdruschin, Na Luz da Verdade – Mensagem do Graal
Leia Mais
Silenciosamente

janeiro 16, 2022

Foto de entarder na praia, onde a sequencia de ondas, banha e desenha a areia em movimento infinito.

“Retira-te do convívio e procura a solidão. Apenas durante um curto lapso de tempo… Todos os grandes feitos nascem no silêncio…”

Roselis von Sass, África e seus Mistérios
Leia Mais