Clima de Natal

dezembro 25, 2021

Imagem de ramos de folhagens com luminosidade dourada


O mês de dezembro sempre se revestiu de um encanto especial, desde minha infância, mas hoje os sentimentos parecem tão nostálgicos, tão diferentes... Um amigo me disse que essa é a época da melancolia na cidade, que é preciso tomar cuidado com os ânimos depressivos. Interessante como coexistem movimentos aparentemente tão ambíguos: a agitação das festas de fim de ano, a correria dos preparativos e finalizações, a expectativa de férias, diversão, comidas, bebidas e encontros, e por outro lado uma teimosa sensação de isolamento, de ausência de sentido, de vazio.

Vez por outra tenho percebido essa conotação melancólica nas pessoas e em mim mesma. Parece haver uma dificuldade geral de se encantar com a vida, de sentir espontânea alegria – como era natural na infância. E o Natal parece trazer essa constatação com maior intensidade.

Continue lendo no livrete “Reflexões sobre o Natal” abaixo:

Visualizar em celular e similares (mobile)

Visualizar no computador (desktop)



Leia Também

Compaixão

março 21, 2023

Mão segurando uma flor de dente de leão com as pétalas a voar

“Assim, pois, o mínimo favor prestado aos seus semelhantes, um sentimento sincero de compaixão pelo próximo, uma única palavra amistosa, podem formar remições simbólicas para um carma, desde que interiormente seja formada como base a vontade sincera para o bem.”

Abdruschin, Na Luz da Verdade - Mensagem do Graal
Leia Mais
O que foi vivenciado

março 18, 2023

Foto de praia com pegadas na areia


“Se uma pessoa soubesse sempre de antemão a direção certa que lhe seria útil, não haveria para ela nenhum ponderar, nenhum decidir. Assim também não receberia nenhuma força e nenhuma autonomia, absolutamente indispensáveis para ela."

Abdruschin, Na Luz da Verdade - Mensagem do Graal

Leia Mais
Expiação

março 14, 2023

Homem de costas observando o por do sol

“Infelizmente, na maioria dos casos, o ser humano consegue enganar o mundo de matéria grosseira de modo fácil; isso, no entanto, fica excluído no mundo de matéria fina. Lá, felizmente, o ser humano 
terá de colher realmente aquilo que semeou. Por isso ninguém precisa se desesperar se, apesar de tudo, o mal mantiver passageiramente o predomínio aqui na Terra. Nem sequer um único pensamento mau permanecerá inexpiado, mesmo que não se tenha concretizado numa ação de matéria grosseira.”

Abdruschin, Na Luz da Verdade - Mensagem do Graal
Leia Mais