Amor ao Próximo

dezembro 28, 2021

Muro de pedras com um coração

"Dar desinteressadamente, ajudar onde for necessário, ter compreensão pelo sofrimento do próximo, bem como por suas fraquezas, chama-se receber, pois esse é o caminho reto e verdadeiro para o Altíssimo!
E querer isso seriamente redunda em vosso imediato auxílio e força!
Um único desejo sincero e profundo voltado para o bem, e já será como uma espada de fogo manejada do outro lado, agora ainda invisível para vós, traspassando a muralha que vossos próprios pensamentos até aqui tinham erguido como obstáculo, pois vós sois, sim, uma só coisa com o Além tão temido, negado ou desejado, sois ligados a ele estreita e inseparavelmente. 
Experimentai isso, pois vossos pensamentos são os mensageiros que enviais, e que a vós retornam sobrecarregados com o que foi intencionado por vós, seja coisa boa ou má. Isso acontece!
Considerai, pois, que os vossos pensamentos são coisas que adquirem forma espiritual, não raro tornando-se configurações que sobrevivem à existência terrena do vosso corpo, e então muito tornar-se-vos-á claro. 
Evidenciar-se-á assim a exatidão do que foi dito: Pois suas obras os seguirão! As criações de pensamentos são obras que vos hão de esperar! Que formam auréolas claras ou escuras à vossa volta e que tereis de transpor para penetrar no mundo espiritual."

Abdruschin, Na Luz da Verdade - Mensagem do Graal


Leia Também

Palavras em ação

fevereiro 11, 2024

Foto preto e branco de cavalos correndo


Sentido e palavra surgiram do correspondente movimento de forças, por isso formam uma só coisa inseparável!"

Abdruschin, Na Luz da Verdade - Mensagem do Graal

Leia Mais
Servir e ajudar

dezembro 12, 2023

Pintura egipsia de uma pessoa oferecendo uma xicara

"
— Eu quero tornar-me assim, assegurou o príncipe com seriedade. Acredita-me, El-Ar, agora começo a ver a vida com mais clareza; desperta em mim o desejo de ser para o povo mais do que apenas um soberano."

Aspectos do Antigo Egito,
Coleção o Mundo do Graal
Leia Mais
Sobre sapatos e pegadas

setembro 10, 2015

Ilustração de sapatinhos de criança

Uma amiga me contou que, quando pequena, sempre usava as roupas da irmã mais velha. Porém, seu pai nunca quis que ela herdasse os sapatos da irmã. Ele acreditava que cada pessoa desenvolve seus pés de uma forma toda particular, moldando sua própria fôrma. Nunca a pisada de uma seria igual à da outra. Por isso, ela sempre teve sapatos novos.
Leia Mais