Cultivar

julho 20, 2021

Quadro pintado em aquarela de vasos com flores cor de rosa


Quando o cenário parece desolador, quando o mundo externo silencia e apaga suas luzes 
artificiais, o mundo de dentro ganha voz e espaço.

 É tempo de buscar, no silêncio desses interiores, os valores atemporais, aqueles que harmonizam com as vozes e a sabedoria da natureza.

 É como caminhar por uma terra devastada em busca das preciosas sementes que restaram, aquelas que não se desintegram facilmente, que resistem às intempéries, que abrigam o poder de reflorestar terras quase desérticas.

“Eu queria tomar as coisas do jardim para, com elas, reconstruir uma saudade. Usar as cores, os gostos, os perfumes, os sons, as sensações táteis como pontes para voltar a algum lugar do passado, que mora dentro de mim.” 

Rubem Alves


Leia Também

Ligações de amor

junho 11, 2024


“J
á sabia quais os pensamentos e imaginações que a coluna de fumaça ascendente havia despertado nele. E não era de se esperar outra coisa, pois o casal real estava ligado entre si em amor. Por isso um sempre sabia tudo do outro.”

Roselis von Sass, Sabá, o País das mil Fragrâncias

Leia Mais
Tempo

junho 08, 2024


Ora ele parece curto, ora comprido. Mas nunca encolhe nem estica. O tempo fica parado, e somos nós que nos movemos. O tempo das obrigações nos pressiona do lado de fora, enquanto por dentro funcionamos em outro ritmo.

Leia Mais
Construir o novo

junho 06, 2024


Para construir o novo... clique para assistir.
Leia Mais