Crianças incas

outubro 13, 2020

Imagem de frutos vistosos e rosados, bordeado por folhas verdes vistosas!

“Quem quisesse passar o dia todo nas florestas não precisava levar nada para comer, tão rica era a região em frutas. Havia muitas espécies de frutas que hoje, pelo desmatamento das florestas, desapareceram totalmente da face da Terra. O desmatamento só teve início quando toda a sorte de europeus, depois da conquista, lá se domiciliaram… 

Era uma característica das crianças incas, ao ver uma árvore carregada, nunca se lançar sobre as frutas. Antes de tirar as frutas, elas dançavam de mãos dadas em redor da árvore, abraçando-a e chamando pelas ‘tschilis’*. Logo depois algumas crianças começavam a cantar… Era a canção das tschilis das frutas, a quem amavam especialmente.”
 
*As tschilis pertencem também à espécie das fadinhas das flores. Alcançam aproximadamente o tamanho da mão, e todas têm graciosos rostinhos de bonecas. Tal como as fadinhas das flores, possuem asinhas. Estas brilham na cor verde, apresentando também a forma de folha.

Roselis von Sass, A Verdade sobre os Incas



Leia Também

Clareza na escuridão

outubro 17, 2020

Estrela de Belém, em destaque, iluminada por luz dourada em vaso de cerâmica vazado com detalhes de estrelas, sob aparador também iluminado.

Jamais esteve previsto que o desenvolvimento do ser humano aqui na Terra tivesse de se processar no escuro, às apalpadelas, sem uma compreensão clara de sua origem e missão. Pelo contrário. Desde o nascimento do primeiro ser humano na Terra, já estava determinado que ele teria informações crescentes sobre o sentido da vida e seu papel na engrenagem universal. Mas isso sempre e somente quando atingisse,  por si mesmo, um determinado grau de maturidade. Nunca antes, pois o solo precisa estar adequadamente preparado para a semeadura, caso contrário ela não vinga.”


Roberto C. P. Junior, Jesus Ensina as Leis da Criação

Leia Mais
Emergir

outubro 15, 2020

Imagem de garrafa com mensagem interna de pergaminho, na beira da praia, com as ondas ao fundo e raio de sol destacando a garrafa.

“Na medida em que os tempos se aceleram e trazem a colheita daquilo que o ser humano plantou, as profecias – mais antigas ou recentes – vêm à tona. Profecias mostram sua relevância na medida em que fazem as pessoas pensarem sobre sua atuação presente e questionarem o sentido da vida. São significativas também como alerta, podendo apontar novas direções para a 
humanidade e para cada indivíduo.”

Prefácio do livro  Profecias e Outras Revelações, de Roselis von Sass
Leia Mais
Luminosa e radiante

outubro 08, 2020

Imagem de duas meninas de vestido em campo dourado com montanha ao fundo


— ‘Luminosa e radiante seja a vestimenta de teu espírito!’

— Uma sentença muito instrutiva, disse Petosiris, que nesse ínterim também acabara de comer.

— A vestimenta significa ‘alma’ – e a alma sempre terá de ser luminosa e radiante, acrescentou Biltis, esclarecendo.

Os egípcios olharam-na com interesse. O que sabiam essas crianças sobre alma?…”

Roselis von Sass, Sabá, o País das Mil Fragrâncias

Leia Mais