Crianças incas

outubro 13, 2020

Imagem de frutos vistosos e rosados, bordeado por folhas verdes vistosas!

“Quem quisesse passar o dia todo nas florestas não precisava levar nada para comer, tão rica era a região em frutas. Havia muitas espécies de frutas que hoje, pelo desmatamento das florestas, desapareceram totalmente da face da Terra. O desmatamento só teve início quando toda a sorte de europeus, depois da conquista, lá se domiciliaram… 

Era uma característica das crianças incas, ao ver uma árvore carregada, nunca se lançar sobre as frutas. Antes de tirar as frutas, elas dançavam de mãos dadas em redor da árvore, abraçando-a e chamando pelas ‘tschilis’*. Logo depois algumas crianças começavam a cantar… Era a canção das tschilis das frutas, a quem amavam especialmente.”
 
*As tschilis pertencem também à espécie das fadinhas das flores. Alcançam aproximadamente o tamanho da mão, e todas têm graciosos rostinhos de bonecas. Tal como as fadinhas das flores, possuem asinhas. Estas brilham na cor verde, apresentando também a forma de folha.

Roselis von Sass, A Verdade sobre os Incas



Leia Também

Águas mansas e corredeiras

janeiro 22, 2022

Ilustração de pequeno barco com pessoa remando dentro

Quando pequenos, nós humanos perguntamos incessantemente pelos tantos porquês, passamos por fases em que aprendemos muito em pouco tempo, desenvolvemos novas percepções e visão de mundo. Mais tarde, os questionamentos se deslocam para outros objetos ou lugares, mas continuam sendo potentes gatilhos para o movimento – sempre que permitimos.
Leia Mais
Boa Vontade

janeiro 18, 2022

Lindo por do sol na praia

“Com a persistente boa vontade  
tem de sobrevir o remate de todas as expiações, já que aquele que quer o bem e age nesse sentido não concede novo alimento para novas exigências de expiações.”

Abdruschin, Na Luz da Verdade – Mensagem do Graal
Leia Mais
Silenciosamente

janeiro 16, 2022

Foto de entarder na praia, onde a sequencia de ondas, banha e desenha a areia em movimento infinito.

“Retira-te do convívio e procura a solidão. Apenas durante um curto lapso de tempo… Todos os grandes feitos nascem no silêncio…”

Roselis von Sass, África e seus Mistérios
Leia Mais