Cismar

setembro 17, 2020

Espelho com moldura imponente, com imagem sem definição em parede amarelo escuro..

“A pessoa que passa os seus dias terrenos cismando a seu próprio respeito jamais poderá ascender, pelo contrário, permanece tolhida.

Tantas pessoas, porém, vivem na opinião de que exatamente esse cismar e auto-observar sejam algo extraordinariamente grande, com o que progridem rumo ao alto. Empregam muitas palavras para isso, as quais escondem o verdadeiro núcleo. Um cisma no arrependimento, o outro na humildade. Ainda há aqueles que, cismando intensamente, procuram descobrir seus defeitos e o caminho para evitá-los, e assim por diante. Permanece um constante cismar, que raramente ou nunca lhes permite chegar à verdadeira alegria. 

Assim, 
não é desejado. O caminho é falso, não conduz nunca aos reinos luminosos e livres. Pois com o cismar o ser humano seata!Dirige o seu olhar forçosamente apenas para si, ao invés de voltá-lo para um alvo elevado, puro e luminoso!”

Abdruschin, Na Luz da Verdade – Mensagem do Graal

Baixe esta obra aqui


Leia Também

Força

janeiro 21, 2021

Postal com ilustrações de cocos e frase: "(...) a força advém unicamente do espírito! O vigor, do corpo!" - Na Luz da Verdade – Mensagem do Graal - Abdruschin


Abdruschin, Na Luz da Verdade – Mensagem do Graal

Leia Mais
Confiança e convicção

janeiro 19, 2021

Interior de cânions típicos do deserto

 
"'Moisés escuta: o povo te acreditará, se tua própria fé for invencível’, disse o príncipe serenamente. ‘Dúvidas e medo são acompanhantes perigosos. Põe, em lugar deles, a confiança e a convicção, então terás aliados poderosos! Quem tiver de cumprir uma missão, a esse abrem-se concomitantemente as fontes da força e do saber!'"

Roselis von Sass, Sabá, o País das Mil Fragrâncias

Leia Mais
Lições de aranha

janeiro 16, 2021

Gotas de orvalho formando uma teia

A pequena aranha tece, com zelo de artesã, ponto por ponto sua teia. Lança os fios translúcidos de um extremo a outro, trabalhando por horas e horas até obter um magnífico resultado. Sob a luz do sol, vislumbra-se a perfeição da obra desse minúsculo ser. Mas eis que virá o vento, a chuva ou um passante desatento, para pôr fim à completude da obra, destruindo a teia. Como reagirá, então, a aranha?

Leia Mais