Brilho Natalino

dezembro 17, 2019

Imagem do texto "Brilho Natalino" - O Vaga-Lume


Nos dias de hoje, poucos são aqueles que pensam no céu ao enfeitar a árvore de Natal. Os pensamentos ligados às obrigações e distrações terrenas e a tudo o que é material, incluindo aí as “obrigações natalinas”, parecem proliferar com mais força do que os pensamentos que nos conectam ao céu. Assim, a pouca valorização do real significado do Natal reflete em muitos que se reúnem em volta da árvore. 

Que brilhos será que envolvem as pessoas nesse dia? Brilhos passageiros e ilusórios, feito um sopro de purpurina, ou brilhos verdadeiros como o da estrela de Belém, que calou fundo nos corações dos que puderam observá-la naqueles dias?

Leia mais na coletânea de textos de Natal abaixo, que também pode ser compartilhada como uma lembrança de fim de ano:

Versão para celular e similares (mobile)

Versão para computador (desktop)



Leia Também

Ser Natural

abril 20, 2024

Tronco e copa de uma grande árvore em direção ao céu

“Ser natural, porém, significa subir, esforçar-se em direção ao alto, seguindo a atração da força viva. Pois pela naturalidade tudo se esforça somente para cima, como cada erva, cada flor, cada árvore.
” 

Abdruschin, Na Luz da Verdade - Mensagem do Graal 
Leia Mais
A luta na natureza

abril 16, 2024

Foto. Horizonte dourado da savana, onde o céu e savana se entrelaçam em um, grande árvore torneada por luzes douradas ao fundo de um leão imponente de olhar penetrante.

Se, no entanto, um animal tem de estar constantemente alerta e em prontidão de defesa, ele não somente se torna e permanece animicamente vigilante, mas progredirá continuamente em inteligência, lucrando de toda maneira. Permanecerá vivo em todos os sentidos. E isso é progresso! Assim se dá em relação a cada criatura! ” 

Abdruschin, Na Luz da Verdade - Mensagem do Graal 

Leia Mais
O Gnomo da terra

abril 13, 2024

Foto de zoom em verdejante vegetação, densa, forte, intensa sobre terreno seco e árido.

“Um pequeno gnomo da terra, envolto numa capinha amarela com capuz, acenava todo agitado com ambas as mãos, enveredando para a direita e desaparecendo entre arbustos floridos.” 

Roselis von Sass, A Grande Pirâmide Revela o Seu Segredo 

Leia Mais