Sofrimentos e alegrias

novembro 13, 2021

Flores de cactos alaranjadas de cor viva, destaque entre delicadeza e a rústico dos espinhos.

"Na viagem a bordo, sentia-se profundamente triste, sem atinar mesmo com os motivos que a levavam a isso. Saudades não eram, porque se sentia inteiramente desligada dos seus. Livre de quaisquer laços afetivos seguia ao encontro do seu destino. Tinha a intuição de que estava perfeitamente preparada para o lugar que deveria preencher.

Falava quatro línguas; certamente dentro em breve estaria conhecendo bem o idioma português. Tocava violino e piano. Música e botânica eram as suas ocupações prediletas, principalmente a botânica. Das suas viagens e excursões trazia cestas cheias de plantas exóticas que aproveitava para pintar. As paredes dos seus aposentos no paço viviam cheias de pinturas e de desenhos de história natural. Teria sido com muito maior prazer naturalista do que princesa.

Enquanto Leopoldina pensava na sua vida em Viena e na sua educação, tornou-se consciente de que iria ao encontro de uma vida dura. Apesar disso, não desejava recuar.

‘Onde há sofrimentos, há também alegrias’, consolou-se a si mesma…"

Roselis von Sass,
Leopoldina – Uma vida pela Independência 


Leia Também

Ligações de amor

junho 11, 2024


“J
á sabia quais os pensamentos e imaginações que a coluna de fumaça ascendente havia despertado nele. E não era de se esperar outra coisa, pois o casal real estava ligado entre si em amor. Por isso um sempre sabia tudo do outro.”

Roselis von Sass, Sabá, o País das mil Fragrâncias

Leia Mais
Tempo

junho 08, 2024


Ora ele parece curto, ora comprido. Mas nunca encolhe nem estica. O tempo fica parado, e somos nós que nos movemos. O tempo das obrigações nos pressiona do lado de fora, enquanto por dentro funcionamos em outro ritmo.

Leia Mais
Construir o novo

junho 06, 2024


Para construir o novo... clique para assistir.
Leia Mais