O tamanho do silêncio

abril 05, 2018

 

 

  

Sibélia Zanon

 

Uma colega me disse uma vez que não gosta de viajar para o meio da natureza ou para cidades muito pequenas porque não aguenta tamanho silêncio.

Fiquei pensando sobre os silêncios e observando alguns deles. O silêncio de fora e o silêncio de dentro.

É possível conquistar o silêncio de dentro, mesmo quando não existe o silêncio de fora, mas o silêncio de fora parece favorecer o silêncio interno.

Já parou para escutar o silêncio?

“A noite está cheia de vida e movimento. E também cheia de silêncio!”, escreve Roselis von Sass, em A Verdade sobre os Incas, fazendo pensar que o silêncio não é estagnação ou ausência de atividade.

Parece um paradoxo, mas num lugar silencioso podemos escutar muitos sons. Pode haver diferentes pássaros, que se revezam no canto, a água que pinga de uma bica, grilos ou cigarras e, lá no fundo, o som distante de um rio trabalhando sobre as pedras.

Essa nova capacidade de escutar faz com que possamos notar e valorizar um outro som, bem de perto: o som da nossa própria respiração.

Dentro de um silêncio cabe muita coisa. Cabe encontro, quando nos sentimos unidos a alguém que está perto, e cabe desencontro, quando o silêncio vira penhasco entre duas pessoas.

Cabe também um efeito surpreendente: quando guardamos silêncio sobre algo importante e alimentamos aquele pensamento, o silêncio resguarda e fortalece o potencial daquela semente-pensamento como se fosse uma estufa.

Se o silêncio de fora não é estagnação, o silêncio de dentro pode também não ser. Quando o turbilhão de pensamentos barulhentos se apaga, abre-se novo espaço para a escuta interior mais apurada.

Pode ser que, por incentivar o silêncio de dentro, alguns não gostem tanto do silêncio de fora. Mas melhor seria fazer as pazes com o silêncio de dentro porque, por mais que a gente tente ocupá-lo com diversos barulhos, vez ou outra ele vai se rebelar e se fazer ouvir. 

“Só quem expira corretamente, pode executar e executará automaticamente a inalação sadia e perfeita, sim, através da expiração correta é levado e obrigado a essa inalação. Isso proporciona ao corpo saúde e força.”

Abdruschin, Respostas a Perguntas



Leia Também

Auxílio do Saber

janeiro 16, 2020

Imagem do texto "Auxílio do saber" - Livro "Fios do Destino Determinam a Vida Humana" de Roselis von Sass


“Como auxílio, na atual transformação para uma nova era, foi-nos dado, com 
simplicidade e grandeza, um saber referente a todas as leis da Criação e ao sentido e finalidade de nossa vida, bem como a respeito de todas as conexões da existência humana."

Roselis von Sass, Fios do Destino Determinam a Vida Humana

Leia Mais
Preparativos

janeiro 14, 2020

Imagem do texto "Preparativos" - "O Nascimento da Terra" de Roselis von Sass


“De uma coisa, subitamente, me conscientizei: de que cada modificação da Terra, 
seja na água ou no solo, até mesmo tudo o que foi plantado e depois desapareceu em virtude de uma transformação terrestre, inclusive os animais, que não podiam sempre ser os mesmos, e muitas outras coisas mais, das quais agora não me recordo, consistia apenas em preparativos para a vinda dos espíritos humanos a este planeta.”

Roselis von Sass, O Nascimento da Terra

Leia Mais
Alegria

janeiro 09, 2020

Imagem do texto "Alegria" - Livro "Atlântida Princípio e Fim da Grande Tragédia", de Roselis von Sass


“Todo o brilho do ser humano tem sua origem em seu espírito puro. Todos os entes da natureza, também os animais e plantas, são atraídos por esse brilho, sentindo seu efeito benéfico… Em compensação eles nos oferecem uma dádiva preciosa. É a alegria!”

Roselis von Sass, Atlântida Princípio e Fim da Grande Tragédia

Leia Mais