Espalhar sementes

junho 06, 2019

 

“Finalmente chegou o dia por todas as crianças tão ardentemente esperado: o dia de ‘espalhar sementes’.

Ao nascer do sol, as crianças, montando pequenos burricos ou sentadas em três sobre robustas mulas, saíram da cidade. Cavalgavam, aliás, em direções diferentes, espalhando sementes. Cada criança carregava uma cestinha, trançada por ela mesma, cheia de sementes, bem como uma pazinha de madeira. As sementes de tâmaras não eram espalhadas, mas, sim, eram plantadas cuidadosamente no chão arenoso.

As crianças juntavam para essa finalidade as sementes de todas as frutas que comiam durante o ano inteiro, bem como as sementes de flores, arbustos, de especiarias e até de gramas.”

 

 

Leia a crônica


Leia Também

À espera de Óstara

abril 09, 2020

Ninho de pássaros com ovos pintados de vermelho dentro
"Assim que era anunciada a chegada de Óstara, iniciava-se uma intensa atividade entre os seres humanos. Casas, quintais e estábulos eram limpos, e tudo o que era inútil e velho era queimado… As mulheres preparavam ninhos nas hortas e nos campos, colocando neles ovos pintados de vermelho. Com isso esperavam ardentemente que a deusa os visse e os abençoasse…”

Roselis von Sass, O Livro do Juízo Final
Leia Mais
Paisagem do mundo

abril 07, 2020

Ilustração de pinhão com frase: "Tudo o que vibra do interior — os pensamentos em que se investe, a forma como se usa o tempo, as palavras pronunciadas —  são sementes que desenham a paisagem do mundo." Espiando pela Fresta - Sibélia Zanon 


Sibélia Zanon, Espiando pela Fresta

Leia Mais
Força curativa

abril 04, 2020

Galho repleto de flores rosadas com folhagem verde

 
"Agradecemos nossa existência a uma força e a um amor que tudo abrange. Um amor que nos incandesce já desde eternidades, nos ilumina e soergue! Ele encerra em si o reino celestial! Por isso também jaz no amor a maior força curativa que conhecemos!”

Roselis von Sass, A Verdade sobre os Incas

Leia Mais