Doze noites

dezembro 24, 2020

Céu em noite clara de luar, moldurado por folhas douradas de um árvore, com o brilho inconfundível de uma estrela de brilho especial!

“Também os povos germanos e os que viviam outrora na atual Escandinávia celebravam anualmente, aproximadamente na época natalina de hoje, ‘a festa das doze noites sagradas’, ou também ‘a festa da chegada do amor’.

Os seres humanos desse tempo de outrora diziam que no transcorrer das doze noites sagradas desciam ‘fitas do céu’, cada ano de novo, unindo entre si todas as criaturas visíveis bem como as invisíveis…”

Roselis von Sass, O Livro do Juízo Final


Leia Também

Injustiça

julho 31, 2021

Foto de botão semi aberto de rosa, cor de rosa, jogado sobre espelho d'agua em asfalto.

"Acautelai-vos de pronunciar palavras que encerrem injustiça! Com isso perdereis muito mais do que o outro a quem quereis atingir! Nunca vos esqueçais de que palavras más e injustas provocam feridas que deixam cicatrizes! E que são capazes de destruir confiança e amizades!"

Roselis von Sass, Sabá O País das Mil Fragrâncias
Leia Mais
Novo dia

julho 27, 2021

Borboleta laranja delicadamente pousada sobre folhagem verde.

Roselis Von Sass, A Desconhecida Babilônia
Leia Mais
Humildade e Modéstia

julho 24, 2021

Foto de concha de circular em em destaque em leito de musgo verde e fresco, rodeada de flores lilases de diversos tamanhos.

“Humildade e modéstia
essas duas virtudes viviam nos corações de todos os seres humanos. Eram filhos do Sol que viviam na Terra sob o resplendor da pureza.

Roselis von Sass, Os Primeiros Seres Humanos
Leia Mais