desNutrição

janeiro 07, 2014


Sibélia Zanon

Quando o principal interesse que está por trás de tudo o que se faz é o financeiro, impera a insensibilidade em torno das produções humanas. Será que em vez de Tistu, nos transformamos em meninos do dedo cinza? Ou, quem sabe, em Midas, aquele do dedo de ouro? Antes que as abelhas nos abandonem definitivamente e a colmeia da vida feneça, precisamos nutrir nossas almas.

“O planeta, com seus recursos reconhecidamente finitos, talvez seja capaz de satisfazer as necessidades do homem, mas é totalmente inadequado à satisfação de sua ganância.”

Zygmunt Bauman



Leia Também

Desprender

setembro 25, 2022

Ilustração de flor azul


Podemos até achar que somos livres, como uma pipa ao vento. Mas, se prestarmos atenção, talvez estejamos ainda ligados por um fio a valores que precisam ser deixados ou reformulados.

Leia Mais
Olhar atento

setembro 21, 2022

lírios

 

 Abdruschin, Na Luz da Verdade - Mensagem do Graal

Leia Mais
Dádivas da Terra

setembro 18, 2022

Mão colhendo trigo em uma plantação
 
"Não devemos permitir que nada se estrague! ensinavam a todos que frequentavam suas escolas. Pois os frutos da Terra são dádivas de Olija, a senhora da Terra, e de Inti, o senhor do Sol! E de todos os seus grandes e pequenos servos. Estes fazem com que as sementes germinem de tal forma, que brotem em direção à luz. As boas colheitas e toda a abundância que temos, agradecemos a eles! O trabalho com o qual contribuímos é a menor parte…” 

Roselis von Sass, A Verdade sobre os Incas
Leia Mais