Conchas

Maio 09, 2019

Quando as crianças estavam quietas e sentadas em suas almofadas, Bildad começou a aula. Ele chamou Jeiel, o filho do administrador de incenso do reino, para que começasse com a leitura.
Jeiel começou inseguro e gaguejando:
— A pérola cresce numa concha... Depois dessas poucas palavras, o menino abaixou envergonhado a cabeça, calando-se.
— Continua a ler tu, Orpa, disse Bildad, ao notar que Jeiel havia esquecido o sentido dos caracteres seguintes. Logo depois ele indicou com um bastão fino para os caracteres, e Orpa começou:
— A pérola forma-se dos minúsculos bichinhos de pérolas que se introduzem naquelas conchas, onde existem caminhas prontas para eles...
— Muito bem, Orpa, disse Bildad elogiando. Agora Jiskia pode continuar a ler. Orpa olhava orgulhosa em redor. Não esquecera nada. — A concha que preparou uma caminha para os bichinhos de pérolas é denominada ‘pérola-mãe’. Ela está envolta por um vislumbre vermelho, razão pela qual os minúsculos bichinhos podem facilmente encontrá-la.
Bildad elogiou também Jiskia; ela era filha do primeiro conselheiro real. Depois ele disse a Sebna, o filho do administrador da prataria, que prosseguisse a leitura.
— A caminha do bichinho de pérola tem a aparência de uma gota de água, começou Sebna lentamente. Dentro dessa gota de água o bichinho adormece, transformando-se numa pérola. Nos seres humanos, bem como nas plantas, o processo é semelhante. Os bichinhos de semente que chegam na barriga de uma mulher transformam-se em crianças. Existem bichinhos de semente que são impelidos a entrar nas flores das árvores frutíferas se quisermos ter frutas.
Bildad baixou seu bastão, convidando Biltis a continuar a leitura. Sebna sentou-se somente contra vontade. Ele era o melhor leitor da classe e de bom grado teria mostrado sua capacidade.
— A pérola é o símbolo da maternidade, começou Biltis fluentemente. Ela é, ao mesmo tempo, o símbolo da deusa da pureza, ‘Astarte’. Cada futura mãe deveria ser tão pura em sua alma, que o bichinho de semente, abrigado e envolto pelo brilho de Astarte, pudesse transformar-se numa criança. Cada futura mãe é como uma concha que encerra uma jóia preciosa.

Sabá, o País das Mil Fragrâncias

 

 

 



Leia Também

Olhar que espia

Outubro 15, 2019

Livro "Espiando pela Fresta", de Sibélia Zanon

"É bom descobrir vez ou outra, despretensiosamente, que o anonimato da grande cidade ainda guarda Guilhermes. Guilhermes crianças, moços, adultos ou velhos nos mais surpreendentes becos do caminho. Ainda que poucos, eles deixam belas marcas..."

Sibélia Zanon, Espiando pela Fresta
Leia Mais
Guardiões das crianças

Outubro 10, 2019

Livro - "Quem protege as crianças?", de Antonio Ricardo Cardoso

 
"Os guardiões das crianças,
assim eles são chamados,
pois desde que vocês nascem
se desdobram em cuidados,
e até o fim da infância
vão estar sempre ao seu lado."
 
Antonio Ricardo Cardoso, Quem Protege as Crianças?
Leia Mais
Dotado de coração

Outubro 08, 2019

Dotado de coração
 
“O espírito nada tem a ver com o raciocínio terrestre, e sim apenas com a qualidade que se costuma denominar ‘coração’. Rico de espírito tem, pois, a mesma significação que ‘dotado de coração’, e não, dotado de raciocínio.”
 
Abdruschin, Na Luz da Verdade – Mensagem do Graal
Leia Mais