Roselis von Sass

Atlântida. Princípio e Fim da Grande Tragédia

Formato

Também disponível para Kindle. Acesse a loja pelo botão abaixo.




  • "Quando a Estrela Lunar se apagar, nosso mundo também se apagará!", alerta a profecia.

    Como uma serpente que coloca seu pescoço ameaçador para fora das águas do mar, os forasteiros Syphax e Tus disseminam a mentira tal qual veneno sobre a Atlântida, desmentindo a gravidade da profecia e semeando a dúvida: seria realmente necessário deixar a Atlântida? Seria verdadeira a profecia sobre o afundamento do país dos dragões alados no mar? Por que abandonar a pátria com tanta pressa?

    Syphax não foi expulso pelo rei Witu e agora a princesa Brunhild apaixona-se perdidamente pelo forasteiro.

    Gurnemanz, mentor espiritual, empreende grandes viagens pelo país para conscientizar os atlantes sobre a necessidade de abandonarem sua pátria em direção a um novo lar antes que seja tarde.

    A desconfiança esparrama-se e prepara-se para dar o bote. Quem se salvará?

    Curiosidade:
    Desde que Platão mencionou a Atlântida, cientistas do mundo inteiro dedicam-se ao enigma desse continente desaparecido.

    Roselis von Sass descreve os últimos cinquenta anos desse país – uma enorme ilha protegida por íngremes rochedos – com uma exuberante natureza e animais em grande parte hoje extintos, dentre eles os lendários dragões alados.

    Assista o Vídeo da Obra:

  • ISBN 978-85-7279-036-9
    176 p. - 2012
    7ª ed. - Brochura
    14,0 x 20,8 cm


SOBRE A AUTORA


Roselis Von Sass

Roselis von Sass (1906-1997), nascida na Áustria, no ano de 1906, passou sua infância na Europa, fazendo lá também seus estudos.

Ainda jovem, em companhia de seu pai, veio para o Brasil, fixando-se aqui definitivamente. Casou-se, radicando-se na vivenda do casal, situada nos arredores de São Paulo. Aliás, tornou-se marcante na personalidade dessa tão especial escritora o seu profundo apego a nossa terra e nossa gente.

Muito cedo sua alma sensível aprendeu a discernir a realidade das aparências e ainda menina descobriu que: "Não é o lugar em que nos encontramos nem as exterioridades que tornam as pessoas felizes; a felicidade provém do íntimo, daquilo que o ser humano sente dentro de si mesmo".

Tudo o que aconteceu no decorrer dos tempos ficou registrado e guardado. Nada se perdeu. Pode-se dizer também que toda a vida humana que começou há milhões de anos foi filmada e arquivada até que todos os destinos humanos se cumpram na Lei da Justiça.

E a autora tem, como característica marcante de sua personalidade, o dom de perscrutar esse passado, narrando a grande tecedura de acontecimentos que ficaram gravados no grande livro do viver humano.

Sua vida laboriosa e fecunda foi sempre dirigida pelo "Amor". Amor à natureza com todas as suas criaturas; amor aos seres humanos e sobretudo um profundo e fiel amor ao Criador.

 

Cadastre-se