Correnteza

novembro 28, 2021

Ilustração de ondas do mar

Entrei outro dia no mar e fiquei sentindo o que ele fazia comigo. Para permanecer no local aproximado em que entrei, numa linha reta em que podia ver a casa amarela, eu precisava me movimentar. Ficar parada significava ir para onde a vontade do mar me levasse. Se eu quisesse ir para qualquer direção, que não aquela intencionada pelo mar, o movimento exigido era vigoroso. Escolher a própria direção é tarefa de empenho.

Fiquei pensando sobre o que significa parar. Ficar parada não significa que as coisas efetivamente parem. A vida é repleta de correntezas. As águas de fora continuam empurrando as águas de dentro. Parar é ser carregada por alguma correnteza, é deixar o mar escolher a minha direção. Parar é deixar músculos e ideias em vazante.

Diferentemente, o movimento é um ato de conexão e esperança. Conexão das águas de dentro com as águas de fora. É fazer-se circulação. Ser parte de um grande circular. Movimentar-se e esperançar. Encontrar sentido e direção.
Dizem que a esperança não é a certeza de que as coisas vão dar certo, mas de que elas têm um sentido.

Sinto as ondas com o corpo. Aceito o desequilíbrio que elas, às vezes, me causam. Busco novamente o eixo para escolher a minha direção.

Olho com afeto a casinha amarela que me abriga desde as férias de infância. Tantos movimentos já ocorreram nas nossas paredes e corpos. 

Pessoas foram, outras chegaram. 

As marés nunca desistiram de nos surpreender com seus altos e baixos.

“Automóveis, aviões e foguetes queimam combustível para manterem-se em movimento; pássaros têm de vibrar suas asas para permanecerem no ar, e peixes as suas barbatanas para não afundar. Todo corpo precisa de um aprovisionamento contínuo de forças, que despende para conservar-se em movimento. E tem de prosseguir movimentando-se continuamente, se não quiser descer do lugar em que se encontra.” —Roberto C. P. Junior, Jesus Ensina as Leis da Criação.



Leia Também

Percepção do Tempo

dezembro 03, 2022

Tons dourados de luz natural sob destaque de detalhes em plantação de trigo.

É a vivência do ser humano que se intensifica a partir de certa idade, e não o tempo. O tempo não muda. Os movimentos dos ponteiros do relógio apenas registram numericamente nossa passagem dentro do tempo aqui na Terra. O tempo não passa, nós é que passamos dentro dele.”

Roberto C. P. Junior, Jesus Ensina as leis da Criação
Leia Mais
Intuir na oração

novembro 29, 2022

Galhos com gotas de orvalho brilhando na luz do sol

“Na alegria ou na aflição é sempre muito mais valioso um intuir ardente, sem palavras, do que mil orações verbais, mesmo que esse intuir dure apenas uma partícula de segundo.”

Abdruschin, Os Dez Mandamentos de Deus e o Pai Nosso
Leia Mais
Girar junto

novembro 26, 2022

Ilustração de moça em cima de cavalo


Quero me ajustar aos ventos que botam folhas, cabelos e crinas a voar pelo espaço – sem dor, sem resistência, feito música. 

Leia Mais